Músicos e bandas

Artigos

Notícias

Discografia

Shows

[2008] Blues com bastante cafeína

O café que a gente compra nos supermercados é o café que acabou torrando duas vezes e que o cafeicultor aproveitou embalando a vácuo e enviando para o consumo da população.

Café tipo exportação é mais encorpado e seus grãos não chegam a torrar. Por isso o sabor é muito melhor, além de conter menos cafeína que os outros cafés normais.

‘Tipo Exportação’ também é o nome do álbum da banda ‘Café com Blues’, que mistura repente, cantoria, enfim, a música do sertão nordestino com o blues norte-americano

Inacreditável o som dessa banda de Vitória da Conquista, na Bahia. Eu destacaria canções como ‘Um bluseiro no sertão’, que faz uma inteligente analogia entre o cantor de blues e a árvore típica da região, o umbuzeiro. Outro destaque vai para ‘De repente um blues’, que mistura blues com repente, entre outras maravilhosas canções.

O nome da banda vem do fato de Vitória da Conquista ser considerada uma cidade do café. Por esse motivo a banda se chamou ‘Café com Blues’ e o disco ‘Tipo Exportação’.

Vale muito conhecer esse som! E antes que eu me esqueça? Gravetos & Berlotas, eu gostei do ‘Mojo Society’, aí do Rio de Janeiro; e Lado B, também curti o ‘Abluesados’ de Goiânia, com o cavaquinho no meio do blues; mas o ‘Café com Blues’ tem um tempero muito mais brasileiro.

2008 Café com Blues Tipo Exportação

1. Blues na caatingueira
2. Lei áurea
3. De repente blues
4. Cultura
5. Um sertão belo
6. Jornal da manhã
7. Navio negreiro
8. Um bluseiro no sertão
9. Noel
10. Folia de Santo Reis

Baixe aqui pelo Eu Ovo


----------
Publicado originalmente em 02/10/2018 em Eu Ovo.

I. Malforea

O "Memória Musical do Sudoeste da Bahia" é um projeto que precisa da sua colaboração. Tem algum material guardado? Gostaria de publicar seu próprio texto aqui? Entre em contato através do "fale conosco".

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Temas

Twitter

Novidades em seu Email

Imagem do Mês

Vídeo do Mês